A odisséia de Maicon em busca do gato Esquilo

Just another WordPress site

Archive for the ‘Gol Linhas Aéreas S/A’ tag

AOS 70 DIAS DA FUGA DO GATO ESQUILO, A GRANDE VIRADA: INFRAERO LIBERA O PLANO DE MAICON!

with 156 comments

Donauwörth, 7 de Julho de 2011 (73 dias do desaparecimento de Esquilo)

Procura-se gato Esquilo - recompensa 1.000,00 Reais

APESAR DE NÃO CONTAR MAIS COM O SUPORTE DA GOL, O FÍSICO DA UNICAMP SEGUE COM AS BUSCAS

 

Maicon Saul Faria, foto por Elcio Alves/AAN.

Apesar de todas as adversidades colocadas pela CIA AÉREA GOL, que no final acabou por admitir que „lavava as mãos“ no caso, Maicon em nenhum momento deixou de procurar o seu amado filhotinho, o gato Esquilo. No início, quando a imprensa estava publicando o caso, inclusive a gigante GLOBO havia dado as caras, a empresa aérea empenhou-se em „mostrar serviço“: nos primeiros 11 dias de sua busca, Maicon contou com certo apoio da companhia, que então estava financiando sua hospedagem e alimentação, assim como ajudando, de uma forma um tanto precária, na procura do gato Esquilo.

Na realidade, como o próprio Maicon chegou a dizer na sua entrevista para Sheila Moura (da OGN „Fala Bicho), a cia aérea GOL não tem preparo para lidar com este tipo de situação. Ou seja: a empresa disponibiliza um serviço, que rotula como transporte de „carga viva“, sem que contrate um pessoal especializado para lidar com situações emergenciais. Talvez porque a perda de um „animal“ não pareça lá assunto de grande importância para as „linhas aéreas Inteligentes“.

Poderiam ter contratado um especialista, ou uma equipe multidisciplinar, para que pudessem procurar o gato perdido de forma mais efetiva. Não fizeram isto. Talvez não fosse „economicamente compensador“ para esta companhia que é conhecida por sua estratégia de vôos  „low cost, low fare“ (baixo custo, baixa tarifa). O que muitos não sabem é que provavelmente esta política da GOL implique também em baixa qualidade de serviços – o que têm sido demonstrado pela série de eventos envolvendo descaso para com o cliente, sumiço de malas, cancelamentos aleatórios de vôos, e, isto sim, bem mais grave: a perda de animais.

MAICON  INVESTE EM TÉCNICAS DE BUSCA INÉDITAS NO BRASIL – APROVADO E IMPLANTADO O PLANO „GATOEIRA VIRTUAL“

 

Após uma longa espera, no último domingo finalmente Maicon pôde colocar em ação seu plano de monitoramento com a utilização de câmaras especiais, alimentadores automáticos e bebedouros. Ao contrário do esperado, a INFRAERO mostrou-se bastante colaborativa na implantação dos equipamentos. Segundo Maicon, o pessoal da empresa ajudou-o de forma efetiva, o que sem sombra de dúvida faz com que a instituição ganhe muitos pontos no conceito dos amantes de „animais“ e do consumidor, em geral.

No último domingo, dia 4 de Julho, Maicon pôde finalmente dar início ao seu plano de captura do gato Esquilo, que ele acredita estar numa imensa área verde ao redor do aeroporto – um tipo de cerrado. Por motivos de segurança, o acesso ao pátio (entenda-se toda a área cercada do aeroporto) não é  é permitido a qualquer pessoa. Existe a necessidade de cumprir às exigências para que se possa obter a permissão de acesso ao local, o que até podemos entender, numa época em que o terrorismo internacional impera.

A propósito, procurando fotos para ilustrar o artigo, encontrei um site interessante (blog de Alberto Nasiasene) sobre a área  de cerrado ao redor do aeroporto. Imagino que as fotos tenham sido tiradas de avião, uma vez que o acesso à área é restrito. Pode-se notar a extensa vegetação, além da abundância de água – o que faz com que Maicon afirme, animado „Se o Esquilo estiver aqui, ele está vivo!“.

Área de cerrado próxima ao aeroporto de Brasília (Alberto Nasiasene)

Área de cerrado próxima ao aeroporto de Brasília
(Alberto Nasiasene)


MAICON É O PIONEIRO NUMA TÉCNICA DE BUSCA ATÉ ENTÃO DESCONHECIDA NO BRASIL

 

NÃO DEIXEM DE ASSISTIR AO VÍDEO ABAIXO!

 

 

Neste vídeo, que aconselho a assistirem em tela cheia e resolução HD (720 p),
eu mostro os locais onde foram instaladas as câmaras,
assim como os comedouros e bebedouros. Elaborei com base em arquivo do Google Earth 
que Maicon enviou-me por e-mail.

 

 IMAGEM DO MAPA DA LOCALIZAÇÃO DAS CÂMARAS, ALIMENTADORES E BEBEDOUROS (EM 04.07.2011)

 

Localização dos pontos onde foram colocados as câmaras, comedouros e bebedouros (04.07.2011)Clique na imagem para vê-la ampliada

Nós, que estamos acompanhando todas as fases desta busca incansável de Maicon pelo gato Esquilo, sem sombra de dúvida podemos dizer que o Físico da UNICAMP é um exemplo do que normalmente se denomina como „posse responsável“, e que eu prefiro chamar de „guarda consciente“. Mas ele foi muito além disto – elaborou um plano, baseado nas pesquisas que fez, e que somente é praticado nos chamados países de „primeiro mundo“, sendo que  no Brasil são técnicas completamente desconhecidas pela grande maioria.

Sem saber como fazer para procurar o seu gato perdido, Maicon dedicou-se a intensas pesquisas, normalmente na língua inglesa, e que o levou a descobrir a técnica de monitoramento de animais atráves de câmaras especiais – que pode ser utilizada por ambientalistas, caçadores mas também na busca de animais domésticos perdidos.

Estas câmaras, que poderiam ser chamadas como „armadilhas fotográficas digitais„, e que em inglês se chamam „trail cameras“, „moultrie cams“, ou ainda Wildlife Cameras são utilizadas para captar imagens diurnas e noturnas de animais sem que o observador esteja presente. Ou seja, a pessoa fixa esta câmara num determinado local (pode ser uma árvore, por exemplo), a fim de que a mesma registre a presença de animais – elas normalmente são acionadas pelo movimento dos mesmos. Existem vários tipos delas, e Maicon adquiriu até agora 2 do tipo infravermelho e 2 do tipo flash. Os equipamentos lhe custaram entre 3.000,00 e 4.000,00 Reais, mas ele está disposto a investir mais – tudo vale para ir em busca de seu amado filhotinho felino!

Para informações detalhadas do plano, revejam meu artigo anterior, onde publiquei o plano entregue à INFRAERO.

 

ENTRE O PRIMEIRO E SEGUNDO DIA DE MONITORAMENTO, MAICON FOTOGRAFOU TRÊS GATOS E UMA RAPOSA: „SE ESQUILO ESTIVER AQUI, ELE ESTÁ VIVO!“

 

 

Exemplo de uma destas câmaras, fixada a uma árvore
(foto meramente ilustrativa)

É contagiante o entusiasmo de Maicon, que finalmente encontrou um meio de monitorar continuamente uma possível aparição de Esquilinho no cerrado do pátio. É como se ele estivesse de alguma forma sempre presente, e o gatinho nunca deixasse de ser procurado. O pesquisador da UNICAMP está apostando na possibilidade de seu estimado felino encontrar-se na rica mata que cerca o aeroporto. O fato de vários gatos habitarem a área é um indício favorável, além do que o fato de Esquilo ser um gato „arisco“, afastaria em parte a possibilidade dele encontrar-se em território „humano“. Pelo menos é assim que pensa Maicon.

Como eu pude acompanhar todo o desenrolar dos procedimentos pelo Twitter, não posso negar que fui contagiada pelo entusiasmo de Maicon: „O pessoal da infraero esta colaborando muito. Acabou dando tudo certo, os comedouros e bebedouros funcionaram e ainda tivemos água como bônus! Agora só falta o Esquilo posar para as cameras!“

Exemplo de gato doméstico fotografado com as „moultrie“ cams
(foto meramente ilustrativa)

 

Algo que o deixou bastante animado foi a abundante presença de água na região. Em suas frases emocionadas, eu pude perceber o quão fascinante deve ser esta região, que a presença humana ainda não pôde destruir. Algumas frases ou trechos de Maicon no Twitter:

“Povo, boas notícias, coloquei as 4 cameras e o melhor achei horrores de água. Se ele está na mata ele está vivo… preciso de sorte!”

“Pena que eu não pude bater fotos, achamos uma galeria de onde brotava água” (…)  “uma galeria gigante com água brotando das paredes, o lugar era cheio de borboletas!”

Ainda mais um exemplo da aplicação das  „Wildlife Cameras“
(novamente foto ilustrativa)

 

Enfim, após 73 dias da fuga de Esquilo sob responsabilidade da cia aérea GOL, as esperanças se renovam – não posso negar que Maicon é um dos mais expressivos modelos de amor  e também de persistência que já pude testemunhar em minha vida. Sem falarmos de sua genialidade, levando-se em consideração que não é „qualquer um“ que consegue elaborar sozinho um plano de ação com tais requintes técnicos. OK, podem dizer que é „rasgação de seda“ de minha parte – que seja – mas é o que eu penso e sinto!

LINKS DE SITES ESPECIALIZADOS EM CAPTURAS DE ANIMAIS DOMÉSTICOS, E QUE UTILIZAM AS „TRAIL CAMERAS“

 

Outro exemplo de imagem de gato capturada com trail câmaras
Até parece um pouco o Esquilinho (na pelagem)!

 

 Online Resources for Selecting and Using a Trail Camera (in English)

Missing Pet Partnership – Recovery Tips – Lost Cat Behavior

 

Artigo publicado por Vera Rodrigues-Rath, jornalista, registro no Mtb. n. 13.912/SP. Reprodução somente com citação explícita da fonte, sem que o meu texto seja alterado.

 

Matéria atualizada às 17:02, do dia 07.07.2011 (fuso horário alemão).

 

58 DIAS SEM ESQUILO: ARTICULA-SE UM MOVIMENTO NA INTERNET PELO RESGATE DO GATO PERDIDO

with 62 comments

Donauwörth, 22.06.2011

 

Amigos, comunico-lhes que a partir de agora este blog passa a ser dedicado exclusivamente para o „Caso Esquilo, até que cheguemos a uma solução satisfatória. Como todo o conteúdo até agora refere-se ao caso, achei a melhor solução implementar outro blog (wordpress, em um de meus domínios) que ficará para os meus assuntos descompromissados, desabafos, devaneios, reflexões, insights e loucuras. Este endereço ficará para que possamos acompanhar de perto o caso, sempre na esperança de que a história de nosso já tão querido Esquilinho venha a ter o „happy end“ desejado, e que este não demore muito, é claro! Assim como ocorreu com o cão Pimpoo, também perdido sob responsabilidade das Linhas Aéreas Gol, que o gato Esquilo venha a ser encontrado e trazido de volta para o convívio de seu tutor Maicon e da família – aí incluindo-se seu irmãozinho (gato Raposo), os demais felinos, além, naturalmente, da esposa do Físico.

E agora não somos mais os únicos nesta causa; ganhamos uma importante aliada: a OGN „FALA BICHO„, cuja presidente-fundadora, Sheila Moura, ao tomar conhecimento das intermináveis buscas de Maicon pelo seu gato Esquilo, resolveu informar-se e optou por abraçar a causa. Enfim, a „guerra“ está apenas começando… articula-se um movimento na Internet pelo resgate do Gato Esquilo. Não podemos nos calar diante do descaso da cia aérea GOL e do sofrimento pelo qual Maicon tem passado, sem subsídio algum (exceto 4 vôos para Brasília e o suporte inicial) da companhia aérea responsável pela perda de seu gatinho.

Conclamo todos os leitores do blog, meus amigos do facebook e fora dele, que façam o seu possível. Nem que seja divulgando informações, colocando um link nas redes sociais. Os que puderem manifestar-se mais ativamente, entrando em contato com as organizações envolvidas, tanto melhor! Esta luta é sua também – mesmo que você não tenha um gato ou um cachorro – pois amanhã você poderá ser mais um dos clientes menosprezados pelas Linhas Aéreas Gol. Já perderam malas, cancelaram vôos, mudaram rotas sem aviso prévio, são acusados até de cárcere privado (vide Sentença do Juiz de Direito de Porto Alegre), sumiram com vários animais, muito além do que preconiza o diretor do Departamento de Cargas da Gol – será que vão ter que perder uma criança „humana“ para que algumas pessoas se sensibilizem? Como, exatamente, eu não sei, já que as mesmas viajam de graça e no colo dos pais – mas da Gol, ao que parece, pode-se esperar qualquer coisa…

 

Entrevista com Maicon Saul Faria para o blog „Grito Do Bicho“

 

 

Entrevistadora: Sheila Moura, presidente fundadora da Sociedade Educacional „FALA BICHO“, responsável também pelo blog „GRITO DO BICHO„.

Entrevistado: Maicon Saul Faria, Físico, pesquisador da UNICAMP, que perdeu o seu gato Esquilo num vôo da cia aérea GOL do dia 25 de Abril, quando o mesmo escapou de uma caixa de transporte durante uma conexão em Brasília, e que até o presente momento não foi localizado. Adiantamos que a cia aérea quase nada tem feito no sentido de restituir o animal ao seu tutor, além de não patrocinar as procuras que o próprio Maicon vem realizando, de forma exaustiva, como venho relatando neste espaço.

Clique no player abaixo para ouvir a entrevista

[Atenção! Precisei deletar o Podcasting pois existe um ataque de vírus afetando o http://www.podcast1.com.br)

Sheila: Meu nome é Sheila Moura, do Grito do Bicho, e eu estou na linha, com o Maicon Faria, vocês se lembram dele? É o dono daquele gatinho, o Esquilo,  que sumiu no Aeroporto de Brasília em 25 de abril. O Maicon vai nos contar em que pé estão as coisas quanto ao sumiço do nosso querido Esquilo. Bom dia, Maicon!

Maicon: Bom dia!

Sheila: Maicon, a gente queria ter uma notícia, como é que está se desenrolando a busca do Esquilo, em que pé estão as coisas, porque segundo eu fui informada, você todo o final de semana estava indo para Brasília, e fica lá no aeroporto em busca do Esquilo, né?

Maicon: Sim, eu procuro ir sempre quando eu tenho tempo, em geral nos finais de semana, eu não consigo ir em todos, mas eu tento ir o máximo que eu puder, pra falar com as pessoas das redondezas, e não deixar que elas esqueçam, se por acaso ele aparecer fora do aeroporto. Mas até agora fora do aeroporto foi difícil, por que não foi frutífero, ninguém sequer avistou ele. Então eu acredito que, se ele está vivo, ele pode estar dentro da área restrita do aeroporto;  no pátio, que é uma  área que tem mato, cerrado, de difícil acesso,  há uma burocracia para eu acessar aquela área. Então eu comprei alguns equipamentos – uma câmara pra monitorar animais silvestres, inclusive aquelas câmaras infra-vermelho, também, comprei 4 dessas, comprei comedores automáticos para periodicamente jogarem comida , pra ver se ele vem até esta área. Eu vou fixar a câmara nas proximidades pra ver se consigo captá-lo – comendo, aparecendo… ele aparecendo já seria uma, bom, já seria … (Maicon emociona-se)

Sheila (enfática): Já seria tudo, né?

Maicon: ah, sim, se ele aparecer em algum lugar pra comer, mesmo que eu não veja ao vivo, se eu checar que ele está ali, aí eu posso ficar ali, porque ele sempre volta pro lugar onde ele comeu, pra ver se aparece comida de novo.

Sheila: Mas no caso estas câmaras já estão instaladas? Ainda não, né?

Maicon: Não, não porque eu dependo da autorização da INFRAERO. Já entrei em contato, meu advogado já entrou em contato  com eles também, assim como a minha esposa, e aí a gente vai conversar com um superintendente lá de Brasília, aliás, está conversando, pra ver como é que isto vai ser realizado. Quanto a esta questão burocrática, sempre somos nós que temos que resolver , e tem uma inércia grande, e a GOL não ajuda em nada, então é …é complicado. Isto tinha que ter sido feito na semana passada e não foi por esta questão burocrática.

 

Sheila: Entendi. Agora, oh Maicon, no que você está precisando que a gente ajude, como é que a gente pode colaborar aí com este teu esforço total de reencontrar o nosso Esquilo.

Maicon (som de cachorros latindo ao fundo): Olha, as pessoas  … o ideal é que elas divulguem; quem mora em Brasília , se tiver a oportunidade de divulgar, se conhecer alguém que mora perto do Aeroporto, chamar a atenção pra o fato de que existe um gatinho perdido lá, né … para o caso de alguém avistar. Fazer com que as pessoas não esqueçam, porque daqui algum tempo as pessoas esquecem, e o animal aparece, e ninguém presta atenção.

Sheila: é verdade, então…

Maicon: é também por isto que eu  tenho ido lá, sempre.

Sheila: Entendi. Então, quer dizer, que nós podemos colaborar sempre mantendo o assunto em voga, pedindo pro pessoal lá do aeroporto pra ( frase interrompida)… Agora, isto tudo (as despesas)  está sendo coberto pela GOL, né?

Maicon: Não, nada é coberto pela Gol. A única coisa que a Gol ofereceu foram 4 passagens de ida e volta, pela própria Gol, que no final, aparentemente não tem custo nenhum.

Sheila (demonstrando um misto de surpresa e indignação): ãh ãh!

Maicon: Eu estou muito chateado com a postura deles, né, porque na verdade eu estou tentando corrigir um erro que eles cometeram, que eles deveriam estar mais interessados em corrigir.

Sheila (indignada): Mas peraí, quer dizer – vou rebobinar o que você falou e se eu estiver errada, você me corrige.  Quer dizer  que a gol não está colaborando em NADA pra você reencontrar o Esquilo, um erro promovido por ELES?

Maicon: Não, em nada. Inclusive, eu fiquei muito indignado quando eu entrei no blog da Gol e li  que eles não estão medindo esforços para me ajudar, para me dar um auxílio, sendo que eles já deixaram bem claro, por telefone, que eles não se responsabilizam mais. Há uma veterinária, que  mora lá em Brasília, ela está me auxiliando… inclusive ela fez algumas faixas, pra me entregar, pra gente fixar nas redondezas do aeroporto. Só que ela não podia esperar que eu chegasse ao Aeroporto; então ela foi falar com alguém da Gol pra deixar as faixas em algum cantinho ali, pra que eles me entregassem, né… e eles falaram pra  ela, com todas as letras também, que não estão mais se responsabilizando por nada deste caso.

Sheila (num tom alterado): ah, eu não acredito!!!

Maicon: é verdade…

Sheila: ah, eu não acredito!!!

Maicon: Inicialmente eles diziam que estavam fazendo alguma coisa, mas, afinal, eles  nunca fizeram nada – porque eles não têm condições técnicas pra fazer. Pois a gol é uma empresa aérea e  o que eles sabem de um animal? Não sabem nada; eles não procuraram um veterinário, um biólogo, alguém que pudesse dar algum tipo de assistência, ter alguma idéia do que poderia ser feito. Por exemplo, você deve ter ouvido falar sobre a questão das gatoeiras, que a gente tentou colocar gatoeiras lá dentro, né?

Sheila: ãh, hã!

Maicon: Na primeira negativa eles já desistiram, porque também não estavam muito a fim de fazer. Quanto a esta opção de usar as câmaras, eu só fui pensar e descobrir que o equipamento existe, depois de muita pesquisa, quando eu achei artigos científicos, de pessoas que monitoravam linces na América do Norte, que usavam este tipo de câmara. Eu fui procurar estas câmaras – elas existem nos Estados Unidos, e aí eu consegui um fornecedor aqui no Brasil. Mas isto é uma coisa que se houvessem contratado um biólogo… (Vera: não consegui captar este trecho)… existe uma área de cerrado que é restrita como é que a gente vai monitorar esta área, que as pessoas não têm acesso, que não adianta fazer esta divulgação…

Sheila: é verdade.

Maicon: Eles deveriam ter pensado nisto no primeiro dia!   Isso vai fazer diferença, porque em uma semana ou  duas semanas era mais fácil de se achar o animal com vida, por exemplo, porque é um animal que foi criado dentro de casa, não é um animal que está acostumado a caçar. As pessoas acham,“ ah, o gato não morre, não vai morrer de fome. É porque elas estão acostumadas com gatos que vivem na rua, que de vez em quando recebem um pouco de comida, de um vizinho ou de outro (…)

.“
Sheila: Maicon eu vou te interromper,  até pra te falar uma coisa: a base não é se o animal vai sobreviver ou não, porque, pode ser até, que por instinto, ele aprenda a caçar, ele aprenda a se virar. Pode ser. Agora, não é o foco da questão – o foco da questão é que o seu animal, por relaxamento deles, por incompetência deles, negligência deles, está perdido e no meio do cerrado e no meio daonde é que ele esteja. Então, o foco é este: não interessa mais nada, entendeu? E eu acho, pelo que eu estava informada, eles ao menos a passagem e a hospedagem dos finais de semana que você estava indo, estavam sendo por conta deles.

Maicon: Não, eles me deram 4 passagens, e as que agora vão ser realizadas, por exemplo, segunda-feira, eu vou ter que tirar do meu bolso. Hospedagem, eles só pagaram daquele primeiro período que eu fiquei, aqueles primeiros 11 dias, depois, quando eu ia periodicamente até o aeroporto, eles não forneciam nem alimentação, nem hospedagem, nada … Então é impressionante, eu não sei o que se passa pela cabeça deles, se eles…

Sheila: Mas oh Maicon,outra coisa…  você já pensou em acionar a GOL? Comé…

Maicon: Sim, claro, mas eu ia acioná-los porque eles perderam o meu gato; agora eu tenho que acioná-los não só porque eles perderam o meu gato, maltrataram ele, né,  e porque eles não me ajudam lá a procurá-lo e não me ajudaram (desde o primeiro momento)!

Sheila: Com certeza!

Maicon: Então, é inadmissível, e assim, quando as coisas acontecem na mídia, e você não tem condições de responder – por exemplo,  numa reportagem que foi veiculada na Rede Record, no Domingo Espetacular, o gerente de cargas da Gol, falou que em toda a história da Gol eles haviam perdido 3 animais – (Sheila ao fundo: „ãh!!!“) é uma mentira deslavada …é criminoso isto – só três animais foram perdidos? Este ano, que saíram na mídia foi o cachorro Pimpoo, mais um animal em Porto Alegre,  um gato, o Toddy ( o nome do animal, do gatinho), isto que saiu na mídia… no aeroporto de Brasília, o senhor que é chefe de operações da Infraero, me falou que há alguns meses atrás, eles também perderam outro cachorrinho , no aeroporto de Brasília. Então eles perdem, isto é um chute – mas pelo que eu observo as pessoas falando, (porque a Infraero também não tem controle disto, isto é uma falha terrível – porque toda vez que um animal foge, isto deveria ser documentado, deveria ser anotado pelas autoridades) … é que eles devem perder um animal por mês por Aeroporto; então eles devem perder por mês uns dez, vinte animais!

Sheila: ah, oh Maicon, olha,  eu quero pedir só um favor a você, porque nosso prazo aqui, nosso tempo de gravação já está esgotando – aí eu queria pedir pra você o seguinte: eu vou realizar este caso, nós vamos pedir ao nosso público, os leitores de nosso próprio blog, para agitar novamente  esta questão. Eu vou manter contato com você, a partir de hoje nós vamos nos falar constantemente, e nós vamos ver, se mobilizamos novamente, entendeu, tanto a mídia, quanto o pessoal da Gol, para prestar todo o auxílio a você.

Eu queria que você aguardasse, só o nosso contato, nós vamos publicar ainda hoje, esta nossa conversa – e queria pedir muito, muito, muito, muito a você que não desista, que todos nós vamos estar com você; a partir de agora você pode contar com o „Grito do bicho“, que nós vamos, como nós mobilizamos a questão do Pimpoo, nós vamos mobilizar a questão do Esquilo. Se Deus quiser, nós vamos achar, nem que seja morto,  mas a gente vai achar. Maicon, eu te agradeço muito, meu querido, pela gentileza, e eu aguardo então o nosso contato.

Maicon: Ok, obrigado!

Sheila: Obrigada, Maicon

Maicon: Tchau!

 

Entrevista realizada por Sheila Moura, da OGN „Fala bicho“, que concedeu-me os direitos de reprodução do material. Na transcrição da entrevista, procurei ser o máximo possível fiel ao texto ouvido, optando por algumas pequenas alterações e mínimos cortes com a finalidade exclusiva de torná-lo mais compreensível (sem comprometer o sentido do que foi dito).
.

Fonte: artigo no „Grito do bicho“: A GOL ULTRAPASSOU OS LIMITES, DEFINITIVAMENTE!!!!

 

Os direitos autorais da entrevista cabem ao Blog „O GRITO DO BICHO“ (autora: Sheila Moura). Já a transcrição da entrevista, com pequenas alterações, ficou a cargo de Vera Rodrigues-Rath, jornalista, MTb 13.912/SP. O texto pode ser reproduzido desde que citadas as fontes e os links respectivos.

53 DIAS DO DESAPARECIMENTO DO GATO ESQUILO, MAICON INVESTE EM NOVOS PLANOS DE AÇÃO E A CIA AÉREA GOL ISENTA-SE DE QUALQUER RESPONSABILIDADE

with 132 comments

Donauwörth, 17.06.2011


Meus queridos amigos! Pensar que este blog havia sido criado como uma extensão dos outros que já tenho na net, um tipo de „Diário da Verinha na Alemanha – versão 3“, mas… o desaparecimento do gatinho Esquilo, do Físico da UNICAMP Maicon Faria, acabou por tocar-me fundo o coração, e desde que soube da notícia, na ocasião amplamente noticiada pelas redes televisivas, aí incluindo-se a gigante GLOBO… desde então encontro-me visceralmente envolvida com o caso, chegando ao ponto de não deixar de pensar no gato Esquilo um dia sequer. Acordo, passo o dia e vou dormir preocupada com ele.

Eu, ao saber do caso, tive duas opções: permitir-me envolver-me, mesmo vindo a sofrer junto de Maicon, o tutor apaixonado de Esquilo, ou trancar o caso numa gaveta d’alma para evitar a dor. Algo levou-me a optar pela primeira alternativa, pois acredito que sempre existe algo que se possa fazer, é sempre possível que nós, que amamos os irmãozinhos de outras espécies e em especial GATOS, possamos dar a nossa contribuição no sentido de ajudar Maicon a encontrar seu tão amado filhotinho felino.

Por que o gato Esquilo, por que Maicon? Afinal, existem tantos gatos perdidos por aí, por que eu fui me envolver logo com o gatinho Esquilo? Bem, para os insensíveis não existe qualquer explicação convincente, além do que eu não estou nenhum pouco preocupada em me justificar para tal tipo de pessoas. (suspiro) Mas OK… quando eu vi a cena, pela Internet, assistindo a um noticiário da GLOBO, deu-me um frio no estômago. Eu logo pensei… meu deus… e se tivesse acontecido isto com meu Pimbol, minha Mimile? Eu vi a gaiolinha vazia, nas mãos de Maicon, entrevistado pelo repórter, e a partir daí fui atacada pela flecha de um cupido diferente, que me fez apaixonar-me por um gatinho que nunca cheguei a conhecer „pessoalmente“… eu escutei Maicon falando, dizendo que Esquilo para ele é como um filho, que havia criado o bichinho na mamadeira, que ele era um membro da família… pude ver também as fotos de Esquilo: um gato tigrado, lindo, meigo, sendo que sou apaixonada por gatinhos vira-latas (que os politicamente corretos chamam se „sem raça definida“)… pronto. Não faltava mais nenhum ingrediente para eu me identificar com a história. Ainda mais que eu já perdi um gatinho, que eu também havia criado na mamadeira, também filho de uma gatinha de rua… uma história triste que me enche de dor e culpa. O caso é complicado, e para mim dificílimo abordar. Enfim: em 2002, eu também perdi um gato que amava como filho, e que também havia fugido – só que não sob a responsabilidade de uma companhia aérea – a GOL, no caso. Sim, quero escrever claramente, para que o google também não esqueça: COMPANHIA AÉREA GOL, GOL LINHAS AÉREAS, GOL LINHAS AÉREAS „INTELIGENTES“.

CLIQUE AQUI PARA OBTER A IMAGEM AMPLIADA!

CARACTERÍSTICAS DO GATO ESQUILO: macho, castrado, tigrado, coloração cinza (rajado cinza), olhos de tonalidade esverdeada, de rabinho cortado (cotó de 10 cm), 2 anos e meio de idade, arisco, gato criado em casa e alimentado na mamadeira quando bebê. Informações: ligue para (pode ligar a cobrar): (19) 81998486 (dono do gato em Campinas – Maicon), para 61-91564441 – Eliane ou para 81230133 GOL. Opcionalmente envie um E-mail para maiconsaulfaria@gmail.com

 

PS: (acrescido a posteriori) nesta minha dor e torcida ativa, como costumo falar, não estou sozinha: só aqui no blog conto com a solidariedade e participação efetiva de várias amigas, inclusive Sandra Calil de Oliveira, Celia Barcellos, Alice Kis, Sheila Yurgel, além de outras que estão aderindo mais recentemente, ou o pessoal que posta no twitter.

Estas pessoas citadas, entre outras, estão atuando concretamente: enviando e-mails a várias organizações e sites, contatando veterinários, CCZ,  ativistas de direitos animais, tentando sugerir pautas para a „grande imprensa“. Enfim, somos um grupo que temos em comum um objetivo: que Maicon recupere seu amado gato Esquilo, e que a GOL assuma a sua obrigação de participar das buscas e custear despesas que até agora estão saindo do bolso do cliente por ela lesado.

 

PASSADOS JÁ 53 DIAS, A IMPRENSA PARECE TER ESQUECIDO O CASO, A CIA AÉREA GOL ISENTA-SE DE RESPONSABILIDADE

 

 

Hoje um amigo no tweeter escreveu para Maicon que teria grande alegria em publicar um artigo no seu blog sobre o retorno do gato Esquilo. Poxa, mas isto está claro, será uma IMENSA alegria para todos nós, os amantes de felinos, os apaixonados por cachorros e os defensores dos chamados „animais“ em geral. Mas… acho que mais importante ainda, é que não paremos de noticiar o caso ANTES dele ser encontrado – numa ajuda, mesmo que indireta, para que Maicon possa encontrar o seu filho perdido. Certamente, quando ele for encontrado, o fato será noticiado nos grandes jornais, a GLOBO certamente vai sair da gaveta e anunciar o happy end com destaque. E pelo que estou conhecendo da CIA AÉREA GOL, certamente a mesma haverá de empenhar-se em iludir os incautos, jactando-se de seu empenho no caso, repetindo as afirmações vagas e não comprováveis de sempre – que „jamais negou apoio a Maicon, que procedeu regularmente a buscas diárias, que estão sempre aprimorando a cia em prol do cliente“ e um blá-blá-blá que já estou me acostumando a ler no Blog da Gol – Esclarecimento sobre o gato. A propósito, para facilitar as buscas dos comentários já publicados, criei uma página minha com cópia dos comentários, mas sem aquele sistema de „encolher“ as respostas e tal. Fica mais fácil localizar as informações numa página única, inclusive teclando o velho CONTROL F para localizar termos.

 

Frases do tipo „não estamos medindo esforços para prestar o atendimento necessário ao cliente“ ou ainda „continuamos com as buscas pelo gato no período da manhã e da noite no entorno do aeroporto e Maicon está recebendo o apoio da Companhia“ podem ser localizadas repetidamente nas páginas, sem que informações mais detalhadas sejam dadas. A Gol diz estar dando apoio a Maicon, mas nós sabemos que este apoio limita-se ao fornecimento de tickets para que o mesmo possa voar até Brasília e proceder ele próprio às buscas que seriam responsabilidade da própria, além de colherem informações quando pessoas vão até eles espontaneamente e entregam gatos semelhantes a Esquilo. A propósito, gatas fêmeas, machos não castrados ou gatinhos com o rabo inteiro já foram comunicados,  sendo que Esquilo é macho, castrado e tem o rabo cortado. Depois de encaminharem fotos a Maicon, eles liberam o bichinho „sem mais nem menos“ às ruas, sem tomarem nenhuma providência no sentido de evitar que o mesmo venha a ser confundido novamente com Esquilo – o que poderia consistir, por exemplo, na fixação de uma coleirinha de identificação.

 

A CIA GOL AFIRMA QUE „AS BUSCAS CONTINUAM PELO MENOS DUAS VEZES AO DIA POR MEIO DE RONDAS DE CARRO E A PÉ“. ONDE, QUANDO, ALGUÉM VIU? SERIAM ESTAS BUSCAS INVISÍVEIS?

 

Por um lado a GOL afirma no seu blog que as procuras continuam e que Maicon está obtendo o apoio da empresa. O Físico, por sua vez, afirma não ter sido tratado pela empresa com a devida consideração. O mesmo chegou a fazer uso do suporte telefônico, sem que suas solicitações fossem ouvidas ou mesmo registradas. Estas buscas, que a Gol diz estar realizando, não são testemunhadas por ninguém, não são registradas em nenhum local, não são comunicadas a Maicon. Que garantia podemos ter de que estão dizendo a verdade? Quem controla estas „investigações“, o horário e local em que são feitas, como estão sendo realizadas? Ou será que se tratam de buscas invisíveis, „pra inglês ver“?

Cansado de ligar para o suporte da GOL sem sucesso, ele resolveu recorrer ao blog da cia. Vamos à palavra de Maicon:

„Eu vou aproveitar esse meio para me comunicar com a gol publicamente. Por telefone e pessoalmente não recebo suporte nenhum, vamos ver se publicamento a coisa fica diferente. Eu não recebo nenhum suporte da gol, estou devendo dinheiro no banco e vou dever mais ainda até o fim da busca. A gol disse com todas as letras que não se responsabilizava pela procura do animal, isso ocorreu qdo uma veterinária voluntária tentou deixar algumas faixas para eu fixar nas redondezas do aeroporto. 

Sobre as buscas que vocês estão realizando, gostaria de ser informado diariamente onde elas estão sendo realizadas ? Eu estou constantemente falando com as pessoas nas redondezas do aeroporto e nunca ninguém me disse nada sobre pessoas da gol estarem procurando o animal. Eu gostaria de ter relatórios diários indicando onde as buscas estão sendo feitas.

Preciso de ajuda, principalmente com as questões burocráticas da Infraero. Constantemente sou impedindo de entrar no pátio. Vocês interrompem qualquer desistem de qualquer atividade requisitada logo que encontram qualquer impedimento.
Estou articulando com a Infraero a colocação de câmeras e comedouros na área remota do aeroporto, seria uma alternativa ideia das gaiolas que vocês desistiram de executar na primeira negativa. Gostaria que vocês oferecessem os recursos financeiros e procurassem a Infraero para autorização.

Outra questão é em relação a competência da gol para procurar um gato. Vocês perdem muitos animais, não posso acreditar que vocês tenham qualquer qualificação para lidar com essa situação. É um desrespeito ao meu sofrimento dizer que não estão medindo esforços e por telefone me dizer que não podem contratar assessoria por que não há recursos.“

 

Maicon Saul Faria, em comentário no blog da GOL de 15.06.2011.

 

MAICON NÃO MEDE RECURSOS PARA ENCONTRAR SEU GATO ESQUILO:
„SE PRECISO VENDO O MEU CARRO!“


Com a falta de subsídio da GOL, Maicon está precisando tirar do próprio bolso os recursos necessários para procurar seu gatinho Esquilo. E acredito que não estaria tão desgostoso, se ao menos, mesmo não colaborando, não viessem a OBSTACULIZAR o seu trabalho. Por incrível que pareça, Maicon está tendo problemas para acessar as áreas internas do aeroporto, além de ter sido impedido, isto já há algum tempo, de colocar gatoeiras que ele próprio havia financiado, ou emprestadas por uma OGN. Quer dizer: além de não ajudarem ainda atrapalham!

Apesar de já ter precisado recorrer aos saldos de cartões de crédito e cheque especial, quando eu sugeri a ele que fosse feita a coleta de fundos para ajudá-lo a procurar Esquilo, esta foi recusada pelo mesmo, que disse não se sentir bem recebendo dinheiro, considerando-se que tantos animais estão necessitados. E foi além: „se for necessário eu vendo o meu carro“.  Em outras palavras, Maicon está disposto a  desfazer-se de seu patrimônio material, a fim de resgatar um bem que não tem preço: seu amado Esquilinho. No twitter ele chegou a escrever: „e eu tenho que escutar que eles não estão medindo esforços. Perderam uma criatura com a qual eu gostaria de ser enterrado junto.“

Apesar de todos os entraves, Maicon não desiste. E agora o seu foco de ação será implementar o plano de colocar câmaras e comedouros no pátio do aeroporto, mas que para ser posto em ação depende de trâmites burocráticos e aprovação da INFRAERO (não sei se outra empresa estaria também envolvida). Como existem muitos gatos vivendo no matagal próximo ao aeroporto, e alguns mesmo em algumas dependências do mesmo, a idéia de Maicon é colocar um alimentador automático, que vá liberando ração com horários previamente estabelecidos, assim como câmaras de observação que permitam visibilidade noturna. Assim, na calada da noite e ausência de pessoal que poderia assustar os gatos, será possível observar os felinos que forem atraídos pelo alimento, e registrar fotograficamente a sua presença. Ou seja, um tipo de GATOEIRA VIRTUAL, um termo que ocorreu-me agora.

ESPEREMOS, PORTANTO, QUE A INFRAERO COLABORE E A GOL ARQUE COM AS DESPESAS (NO MÍNIMO CUSTEANDO O MATERIAL NECESSÁRIO)!

 

OS PODRES COMEÇAM A VIR À TONA: CIA AÉREA GOL JÁ FOI PROCESSADA POR MAUS TRATOS A ANIMAIS E POR DANOS MORAIS E MATERIAIS

 

Clique aqui para acessar as reclamações contra as linhas aéreas GOL!

Observação: o número de reclamações aumenta a cada dia. Em 25.06.2011 está já em 3185 queixas.

Infelizmente, a cia aérea GOL parece não ter lá um saldo positivo na sua relação com os clientes. Numa sentença de meados de 2009, a cia aérea GOL foi obrigada a pagar à passageira Cintia Leisgold, uma quantia de R$ 8 mil de indenização, a título de dano moral, em virtude de maus tratos a animais. A propósito, a cliente fazia uma viagem São Paulo – Rio, com seu cachorro e gato, quando ocorreram uma série de incidentes, que culminaram com um notável stress por parte de seus dois bichinhos. Ela  resolveu não „deixar por isto mesmo“, como a grande maioria dos brasileiros costuma fazer: foi à justiça, enfrentou a poderosa GOL e ganhou a causa. Trecho da matéria do JusBrasil: „Cintia Leisgold viajou de São Paulo ao Rio de Janeiro com um gato e um cachorro. No momento do embarque, porém, ela foi avisada de que o vôo partiria de outro aeroporto e que os animais seriam transportados para o novo local junto com as bagagens. Na chegada ao Rio, percebeu que os animais estavam estressados, desidratados e com o batimento cardíaco acelerado.“

E as complicações da GOL não param. No site RECLAMEAQUI, eu pude encontrar 3.156 reclamações, as mais variadas possíveis, e que denotam um enorme descaso da companhia em relação ao cliente. Até o caso de um cliente preso no banheiro pelo comissário eu encontrei – sim, isto mesmo! Cárcere privado em pleno vôo, pois o passageiro precisou do WC e o funcionário da companhia o coagiu a permanecer preso no recinto, um absurdo que chega a ser tragicômico!

Sobre as reclamações no site Reclame Aqui: digite GOL LINHAS AÉREAS no campo de pesquisa. E bom divertimento!!!
Para saber sobre o caso do passageiro preso no banheiro: GOL – Preso no Banheiro – Vôo 1715 – Data 22/06/2008

 

AÇÃO COLETIVA CONTRA A GOL OBRIGA A EMPRESA A PAGAR R$ 1,5 MILHÃO POR TRATAMENTO INDIGNO E DESUMANO AOS  CLIENTES

 

……
Mas minha grande surpresa foi a última ação coletiva ganha contra a gol, cuja sentença data de 26 de maio de 2011 (1 mês e um dia após o desaparecimento de Esquilo, pasmem!), proferida pelo Juiz de Direito Giovanni Conti (Porto Alegre) cujas informações obtive no site Consultor Jurídico: „A VRG Linhas Aéreas (Gol) foi condenada a pagar indenização de R$ 1,5 milhão pelo tratamento indigno e desumano dispensado aos seus clientes, em diferentes ocasiões, especialmente pela falta de informações, confinamento em aeroportos, atrasos e cancelamentos de voos, desvios de rotas sem prévia comunicação e extravio ou violação de bagagens, sem ressarcimento“.


Ainda segundo o site:  „além das habituais reclamações de atrasos, trocas de rotas, falta ou desencontro de informações e extravio de bagagens, a Andep acusou a Gol de ‘‘confinamento, cárcere privado de passageiros em salas de embarque e sequestro’’. A Ação destacou que tais condutas foram praticadas de forma corriqueira pela companhia entre os anos de 2006 e 2009. Relatou que, após a compra da Varig, a qualidade do serviço do transporte aéreo caiu ainda mais, além de submeter os passageiros a situações indignas e humilhantes quando da utilização dos serviços.“

Fontehttp://www.conjur.com.br/2011-jun-03/gol-condenada-pagar-15-milhao-praticas-comerciais-abusivas
DADOS RELEVANTES:
COMARCA DE PORTO ALEGRE – 15ª VARA CÍVEL – 1º JUIZADO
Processo nº 001/1.09.0142170-0
Autor: ANDEP
Réu: VRG Linhas Aéreas S/A
Natureza: Ação Coletiva de Consumo
Data da Sentença: 26.05.2011
Juiz Prolator: GIOVANNI CONTI
PS: Sentença ainda sujeita a recurso.
.
Leiam e salvem na íntegra a Sentença proferida pelo Juiz de Direito GIOVANNI CONTI, em Porto Alegre, aos 26 de maio de 2011 (formato PDF)http://s.conjur.com.br/dl/decisao-juiz-15-vara-civel-porto-alegre.pdf
Bem, por hoje fico aqui. Continuamos a postos,
Abraços,


Texto de Vera Rodrigues-Rath, jornalista, Mtb. 13.912/SP.

.

Data da atualização da matéria: 25.06.2011.

 

ESTE MATERIAL PODERÁ SER REPRODUZIDO, DESDE QUE MEU TEXTO NÃO SOFRA ALTERAÇÕES, E QUE SEJA CITADA A FONTE, ASSIM COMO O LINK QUE REMETE AO ARTIGO ORIGINAL

 


GOL LINHAS AÉREAS „INTELIGENTES“ – COMENTÁRIOS VARIADOS EM BLOGS DA GOL SOBRE O GATO ESQUILO, PERDIDO NO AEROPORTO DE BRASÍLIA

with 4 comments

Donauwörth, 15.05.2011

Gatinho Esquilo, perdido no aeroporto de Brasília em 25.04.2011

GATO PERDIDO Perdido no Aeroporto de Brasília no dia 25 de abril depois da páscoa. Gato Tigrado COM RABINHO BEM CURTO: COTÓ Recompensa DE r$ 500 Não persiga o animal, apenas acompanhe a sua localização. Ligue para (pode ligar a cobrar): (19) 81998486 Dono do gato em Campinas 81230133 GOL

Olá, amigos!

 

Resolvi criar este post para colocar os comentários que estou postando junto a sites, blogs, etc, da cia aérea GOL. Muito importante, no caso do gatinho Esquilo e Maicon, é que divulguemos o fato por todos os meios possíveis. Eu gostaria de poder estar prestando uma ajuda ainda mais concreta, mas estando fora da cidade e do país, a minha ajuda dá-se a nível de divulgação. E também de fazer valer a minha voz onde haja espaço para manifestá-la.

Escrevi agora há pouco, às pressas, um comentário no blog da gol. Vou reproduzí-lo aqui, assim como outros que venha a postar, a título até de registro próprio.

Agora há pouco publiquei este texto no site http://blog.voegol.com.br/index.php/turbinadas/esclarecimento-sobre-o-gato/#idc-cover

 

„Prezados senhores,


Estou acompanhando o drama de Maicon a cada dia, e este caso toca-me profundamente pois eu também sou „mãe“ de dois felinos (mais do que tutora), e eles são praticamente o sentido de minha vida desde que perdi o meu esposo, que também os amava como filhos.


Eu não estou compreendendo porque os senhores não estão procedendo às buscas, porque não assinam um acordo e se responsabilizam pelas buscas deste animalzinho tão querido, que hoje só está perdido porque alguma coisa no sistema de vocês falhou. Maicon pagou para transportar Esquilinho, e não foi pouco… passou por mil procedimentos, etc e tal… e na hora em que o gatinho desapareceu, sob custódia dos senhores, por que o assunto é tratado com certo descaso?


Eu tenho muitos espaços na internet, onde acabo por exercer, de forma economicamente não remunerada, a função de jornalista.


Tenho um blog onde estou acompanhando cada passo de vocês, e este meu espaço, assim como os meus demais, está indo para os primeiros lugares do google.


Lá estou noticiando tudo o que se passa, assim como no meu facebook e outras redes sociais. Estou aguardando uma posição concreta dos senhores, no sentido de ajudar Maicon a recuperar esquilo – os senhores estão colocando cartazes? Estão posicionando gatoeiras nos lugares devidos? Estão providenciando acomodação para que Maicon possa proceder às buscas ele mesmo? Já examinaram se as câmaras captaram a direção em que Esquilo seguiu?

 

Enfim, no aguardo de uma atitude dos senhores que me faça crer que „responsabilidade“ faz parte da „filosofia“ desta cia aérea.

 

Atenciosamente,

 

Vera Rodrigues-Rath, paulista, residente na Alemanha, tutora de dois felinos.“

 

 

Bem, aos poucos vou colocando comentários inclusive já postados aqui.

 

Postei agora… (15h45 do dia 15.05.2011), em resposta a um outro comentário que estava lá, desta senhora Roberta abaixo:

Roberta · 1 semana atrásIsac concordo plenamente com você. Todos nós estamos sujeitos a todo tipo de coisa e creio eu que uma pessoa que aparenta ser super inteligente pesquisador físico de uma Universidade de- veria entender esse fato , sei o quanto é difícil perder algo que nós gostamos seja ele um objeto, uma pessoa ou um animal. Mas acho que esse senhor Maico ja esta fazendo uma ação de marketing em cima da empresa aérea que em nenhum momento se negou a ajuda-lo para procurar o Esquilo, todos os colaboradores estão mobilizados na busca do gato. E a noticia da gerente pelo amor de Deus (jULIA VC DISSE TUDO) a gerente da Gol provavelmente mora em Brasilia e nao num hotel e outra ela nao abandonaria o gato na frente do hotel que o senhor Maico esta hospedado neh, pq ela saberia ja que quem está pagando o hotel, transporte, todos os gatos do sr. Maico e a GOL. Entao vamos parar de criticar e pensar no alarde que esta sendo feito em volta desse gato, o senhor Mayco esta tendo todo o apoio da Cia aerea se ele nao o achou ainda nao foi culpa da Cia e sim pq o gato arisco dele não apareceu….vamos parar e pensar no quanto de crianças nós temos abandonada pelo mundo e pq ele nao adota uma? Por que esse dinheiro que ele diz estar gastanto que na verdade e a Gol que esta custeando ele nao apoia um orfanato ou ate mesmo uam ONG e para de tentar se promover com essa história.Postando…

Minha resposta:

Que providências concretas estão sendo tomadas pela Gol neste momento? NENHUMA! Maicon está completamente sozinho, sem nenhum subsídio da GOL, dormindo em bancos do aeroporto e tendo suas buscas dificultadas pois a cia aérea não está nem aí para com este fato lamentável que ocorreu sob sua responsabilidade!
Que demagoga vir falar em crianças agora… pois não foi uma criança que estava dentro de uma gaiola no compartimento de cargas que desapareceu, foi um gatinho… e cujo transporte não é nada barato!
Absurdo o julgamento frívolo que fazem de Maicon!

Estou revoltada com isto, tanto com o des-posicionamento da Gol, quanto a estes comentários completamente destituídos da mínima sensibilidade que encontro aqui!!!!!!

Vera Rodrigues-RAth, Donauwoerth, Alemanha.

 

Outro comment meu (data: 14.05.2011), em outra postagem do Blog da GOL (sobre assuntos vários, e não especificamente sobre o gatinho Esquilo de Maicon):

 

Bem, o meu assunto é outro…

Sou residente na Alemanha e estou acompanhando a odisséia de Maicon Faria, que encontra-se neste exato momento no Aeroporto de Brasília, sem nenhum suporte de vocês, tendo que pernoitar em bancos do aeroporto, e no momento ele precisa de uma pá e um grampeador. Alguém poderia fornecer a ele? Vocês colocaram gatoeiras, o que estão fazendo?

Eu tenho 2 gatos também, e imagino o horror que Maicon esteja passando neste momento. Gostaria de saber que os senhores começarão a ajudá-lo nas buscas, pois pelo que me consta não é o que está acontecendo!

Atenciosamente,
]

Vera Rodrigues-Rath – Donauwörth, Alemanha


E ainda mais comentários, dispersos, pois o blog da GOL é caótico (não se consegue achar os comentários, não tem data, nada!!!)

 

Eus · (aproximadamente em 02.05.2011) Ei Gol, cadê o pronunciamento do presidente da empresa? Segunda perda de animais em poucos dias. Sei de casos inclusive de animais que faleceram durante vôos. Não acham que está na hora de mudar os procedimentos de transporte? Tirá-los de um compartimento barulhento e estressante do avião? O caso do Esquilo deveria estar na página principal de vocês, em vez de colocarem promoções. O Esquilo é como se fosse um filho para o Maicon, queria ver se o presidente da Gol perdesse seu filho numa viagem. Já basta de maus-tratos aos animais sem punição neste país.Postando…1 reply · ativo menos de 1 minuto atrás

Meu post em 16.05.2011 (em resposta a Eus):

Eus, você disse tudo.
Estou tão abalada com este descaso da gol, e também com o assassinato de gatos em Ribeirão Preto, que agora faltam-me as palavras. Cada nonsense leio aqui!!!! Como o brasileiro tem merd* na cabeça… bem, não quero usar termos de baixo calão e ter meu comentário censurado… estou DESOLADA. Mas digo… vou noticiar, noticiar, divulgar… e meus blogs e sites tem boa colocação no google!!!
Eu NUNCA vou viajar por esta CIA aérea na minha vida! Fiz umas duas ou três viagens, quando estive no Brasil, mas agora opto por outras cias a nível de Brasil. E que permitam o transporte dos irmãos de outras espécies nas cabines! Por que bebezinhos não pagam nada e os chamados animais são hiper-taxados e depois tratados como lixo????

Estou passada!!!! Muito triste com o desgoverno deste país onde passei boa parte de minha vida… BRAZIL!!!!!

Vera Rodrigues-Rath – Alemanha, Donauwoerth (jornalista)
Local: http://blog.voegol.com.br/index.php/turbinadas/esclarecimento-sobre-o-gato/#idc-cover

Outro post meu, mais antigo…

Vera Rodrigues-Rath · (aproximadamente em 02.05.2011)
Tudo o que quero neste momento é que o Esquilo seja encontrado! A questão da indenização, no meu entender, vem depois! Que se encontre o gatinho, é tudo o que desejo no momento!
Eu tenho dois filhos gatos, que são tudo pra mim, talvez mesmo a razão de eu ainda estar viva! Eu perdi o meu esposo, fiquei sozinha na Alemanha, e eles são minha família!
Posso avaliar o sofrimento de Maicon, e estou numa torcida louca!
Se eu fosse voltar ao Brasil com meus gatinhos, teria que contratar alguém pra viajar comigo… talvez em outro avião, e na cabine!
Este tipo de coisa não pode ocorrer!
Torcida,
Vera Rodrigues-Rath (Alemanha, Donauwoerth)Responder

Local: http://blog.voegol.com.br/index.php/turbinadas/esclarecimento-sobre-o-gato/#idc-cover


Postei agora numa comunidade do orkut (embora não esteja normalmente dando mais as caras por lá)…

GATOS – Manual de Instruções ®

http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?cmm=111274&tid=5600116176912291223&na=2&nst=91

Verinha Ro-RathPessoal, hoje fazem 21 dias da perda de Esquilinho!!!! Eu estou fazendo todo o meu possível pra divulgar, pois esta merda de cia aérea GOL não está fazendo absolutamente NADA para ajudar nas buscas… a única coisa que ela faz é „deixar“ Maicon viajar nos fins de semana para proceder às buscas ele mesmo…
Gente, vamos agitar??? Não vamos deixar isto barato!!! Imaginem… um dos nossos filhos perdidos… e uma cia aérea que não está nem aí pra um „animal“ perdido, ainda mais um GATO… um funcionário do aeroporto chegou a dizer que está com tanta raiva do gato, que se pegasse ele cortaria suas orelhas e patas!!!

Eu estou divulgando as notícias no meu blogg, e tenho acompanhado o twitter de Maicon! Pessoal… vamos cobrar uma atitude da Gol???

meu blog: http://blogg2.verinha.de/?p=77
blog do Augusto Abrigo: http://www.augustoabrigo.org/
twitter de Maicon: http://twitter.com/#!/maiconfaria

Espaço da Gol para protestarmos: http://blog.voegol.com.br/index.php/turbinadas/esclarecimento-sobre-o-gato/#idc-cover

Beijos!!!!

Verinha RAth, Alemanha (coloco como um referencial pros que me conhecem, pois meu avatar é a figura de Esquilo)


Outro comentário meu, como reply a uma resposta da Gol a uma outra pessoa (as datas não estão claras, pois sempre consta algo tipo „X dias atrás“)

MARANTONIUM · (aproxidamente em 10.05.2011)Eu tbem quero saber noticias do esquilo!!!!!!!!!!!!!!

golcomunicacao · (aproximadamente em 11.05.2011)Antônio, como vai? Continuamos com as buscas pelo gato no período da manhã e da noite no entorno do aeroporto e Maicon está recebendo o apoio da Companhia.
Abraços!Postando…

Meu reply em 16.05.2011

Prezados senhores,


Eu gostaria de saber como estão sendo realizadas estas buscas e em que área. Qual é a tática que estão utilizando? As buscas se limitam aos limites do Aeroporto? Notem… o gatinho já deve ter ido longe… e pode não encontrar-se mais nos limites do Aeroporto. Como ele escapou sob a vossa responsabilidade, caberiam aos senhores extender a busca para outros locais, além de fornecerem e colocarem gatoeiras em pontos estratégicos.
Cartazes estão sendo afixados? Panfletos estão sendo distribuídos? A informação que eu tive é de que os funcionários do aeroporto só vieram a saber das características do gato Esquilo pela Televisão…
E considerando que Maicon, com sua vida totalmente transtornada, está empreendendo as buscas pessoalmente, todos os fins de semana, por que os senhores não custeiam ao menos hospedagem e alimentação para ele?

Os senhores assinaram algum tipo de contrato escrito em que se comprometem a proceder as buscas, atendendo também ao que a outra parte considera relevante?

Como tutora de felinos, que para mim não são meros „animais de estimação“ e sim os filhos que eu adotei junto com meu esposo, é natural que eu esteja mais do que envolvida com o caso de Maicon. E estou acompanhando de todas as maneiras possíveis o que posso, e repassando as informações que obtenho nos meus blogs e redes sociais.

Atenciosamente,

Vera Rodrigues-Rath, Jornalista, residente na Alemanha, Donauwörth, Baviera.

 

PS: a GOL sempre utiliza frases feitas, do tipo… (escrevam, é padrão deles, acho que decoraram!!!):

 

Reiteramos que nossos procedimentos para o transporte de bichos passam, nesse momento, por revisões constantes para que sejam continuamente melhorados. Além disso, temos tratado o assunto com seriedade, dedicação e transparência, nunca nos furtando de nossas responsabilidades e sempre pautando nossas ações com base no respeito aos direitos dos animais.

 

Na ja, como se diz em Bayern!!! Seria até engraçado se não fosse triste!


FAÇA VALER A SUA VOZ, AJUDE MAICON A ENCONTRAR O GATO ESQUILO, POSTE TAMBÉM SEUS COMENTÁRIOS NO BLOG DA GOL:

 

Esclarecimento GOL « Blog da GOL

 

Bem, vou deixar este post em aberto… não estou conseguindo localizar outros comentários meus sobre o Esquilinho, mas se achar vou colocando aqui. Incrível o número de comentários de imbecis por lá…

 

Abraços,

 

 

Verinha Rath.

19 dias após a fuga do gatinho Esquilo, a GOL se recusa a assinar acordos e Maicon acampa no Aeroporto de Brasília

with 26 comments

Donauwörth, 14.05.2011

Bom dia, pessoal

Este é o segundo post de meu novo blog, que na realidade ativei por um motivo de força maior. Trata-se de um caso que tocou-me em especial, talvez pelo fato de eu ser apaixonada por gatos, ser tutora de dois felinos que amo como filhos, e também já ter passado pela perda de um gatinho que havia criado na mamadeira. No meu caso, não foi por negligência ou seja lá o que for de uma companhia aérea (como é o caso da Gol agora), mas por motivos que não vêem ao caso abordar no momento (saliento apenas que meu gatinho encontrava-se em área telada, sem acesso às ruas, e fugiu por ocasião de uma vacina que tornaria possível eu trazê-lo para a Alemanha – eu deleguei a tarefa para uma pessoa que não a assumiu pessoalmente – outra história).

 

SEM NENHUM APOIO DA CIA AÉREA GOL, MAICON CONTA APENAS COM OS PRÓPRIOS RECURSOS E A INESTIMÁVEL AJUDA DO AUGUSTO ABRIGO E VOLUNTÁRIOS.

 

Enquanto edito este post, Maicon Faria encontra-se no Aeroporto de Brasília, numa busca desesperada pelo seu tão amado gatinho Esquilo. Pelo que tomei conhecimento, a Gol recusou-se inclusive a colocar gatoeiras no aeroporto, com a finalidade de possibilitar esta árdua busca.

Um dia Maicon resolveu confiar seu filhotinho Esquilo à companhia Gol, que só permite o transporte de animais de estimação no compartimento de carga do avião. Quer dizer, Maicon não teve nem sequer a opção de levar seu gatinho Esquilo na cabine, o que seria desejável. Ele teve que passar pelas mil e uma exigências da companhia, ou seja, atestados, vacinas, etc, etc, etc, mil burocracias… e também pagou o preço do transporte do animal, que por sinal é absurdamente caro.

 

E AGORA, COMO FICA A SITUAÇÃO DE MAICON E DO GATO ESQUILO???

 

Ocorre que no meio da viagem, numa conexão, seu gatinho Esquilo fugiu da caixinha que o transportava. Apenas por alguns dias, a Gol fez o mínimo dos mínimos que poder-se-ía esperar – pagou hospedagem e alimentação, para que o próprio Maicon procedesse às buscas. Colocou alguns cartazes em locais públicos também, pelo menos ao que me consta. Mas… ficou nisto. Algo que me chama particularmente a atenção, é que funcionários do aeroporto só tomaram conhecimento da foto do gatinho pela televisão!!!

 

ENTÃO SURGEM BOATOS CONTRA MAICON, COM A FINALIDADE DE ESCAMOTEAR ESTA NEGLIGÊNCIA DA GOL!!!

 

Reproduzo abaixo o texto da advogada Angélica Bessa(Augusto Abrigo):  http://www.facebook.com/l/a768dxFwO5bbQSbmjFvvsmXSDPA/www.augustoabrigo.org

 

„Para quem tem dito e para quem tem ouvido que Esquilo foi encontrado, e que Maicon já recebeu indemnização, e que está tudo resolvido, estamos aqui para dizer, categoricamente, que esta informação não corresponde à realidade dos fatos. Vamos aos verdadeiros fatos:

A empresa aérea responsável pela sua custódia ainda não deu satisfação oficial ao Maicon. Se o Esquilo já estivesse nos braços dele, muita tinta poderia ter sido economizada. Mas a realidade é outra: Esquilo continua desaparecido e Maicon, sem apoio da empresa para a realização de buscas eficazes, continua muito triste, abalado e desesperançoso, à medida que o tempo passa.

O motivo desse boato é apenas para afastar a responsabilidade daqueles que tinham a obrigação de mantê-lo em segurança até a entrega a seu dono, ao final da viagem.

Há quem diga também que Maicon está tentando se promover, ou tirar vantagem, ou que ele deve desapegar-se do animal. Por que?

Seria melhor que não julgássemos a conduta daquele que está sofrendo na pele a perda de um ente querido. É muito comum darmos opiniões sem vivenciar os fatos.

Como advogada, costumo emitir opinião somente depois de ter uma plena compreensão dos fatos, ouvindo as duas partes, ou seja, somente emito opinião e faço juízo de valor após ouvir os dois lados.

Então, convido a todos que estão julgando Maicon, sem antes conhecê-lo, e de vivenciar de perto o seu sofrimento, para que estejam com ele no Aeroporto de Brasília, no sábado 15/05, pois ele esta de volta esta semana para dar continuidade às buscas de Esquilo juntamente conosco.

Para quem não sabe, quando você embarca um animal, deixando-o aos cuidados da empresa aérea, você paga a passagem do animal, separada da sua, ou seja, ele não vai dentro do limite de 20kg que você tem para embarcar suas malas. Maicon entregou o Esquilo em Palmas (TO), pagou para recebê-lo em Campinas(SP), são e salvo, e não o recebeu de volta.

O desaparecimento de Esquilo vai muito além de um desaparecimento de um gato. Para alguns, um gato, ou um cão, são membros da família, são entes queridos. Além disso, os animais de estimação são como irmãos para as crianças e adolescentes. Para os pais, são tratados como os seus próprios filhos legítimos.

O desaparecimento, neste caso, também significa a forma como o cliente é tratado, ou seja, o descaso das autoridades competentes em resolver o assunto de forma profissional.

Pelo andamento da situação, fica patente a falta de zelo dos envolvidos em prestar um serviço ao qual a empresa aérea se propôs a realizar perante o Estado brasileiro.

Não é por demais lembrar que este assunto envolve também questões jurídicas ligadas à defesa do consumidor e a responsabilidade civil.“

 

Texto de Angélica Bessa, advogada, original no blog: : http://augustoabrigo.blogspot.com/

Facebook: http://www.facebook.com/l/a768dxFwO5bbQSbmjFvvsmXSDPA/www.augustoabrigo.org

 

A respeito do termo negligência, acredito não ser o suficiente para classificar este verdadeiro descaso da GOL. Aliás, mais do que isto… faltam-me os termos jurídicos para classificar este tipo de atitude.

Michaelis Moderno Dicionário da Língua Portuguesa
ne.gli.gên.cia
sf (lat negligentia) 1 Falta de diligência; descuido, desleixo. 2 Incúria, preguiça. 3 Desatenção, menosprezo. Antôn: aplicação, cuidado.

Wikipedia Português – A enciclopédia livre

Negligência
Negligência (do latimnegligentia„), é o termo que designa falta de cuidado ou de aplicação numa determinada situação, tarefa ou ocorrência. É frequentemente utilizado como sinónimo dos termos „descuido“, „incúria“, „desleixo“, „desmazelo“ ou „preguiça„.

 

TEM MAIS… POR QUE A CAIXA DE TRANSPORTE TEVE SEU LACRE APARENTEMENTE ALTERADO? COMO SE EXPLICA ISTO? VEJAM O VIDEO E COMPAREM COM AS FOTOS… AVALIEM POR SI MESMOS!

 

Vejam como ficou a caixa onde foi transportado o gatinho Esquilo, após ter sofrido, ao que tudo indica, algum tipo de manipulação, cuja autoria não pode ser imputada a alguém, em específico. A foto foi batida após a caixa ter permanecido sob a guarda da  Sra. Lucilene Melo Coelho, Gerente de Aeroporto da Cia. aérea GOL – atentem para o LACRE – como está agora…

 

Caixa de transporte do gato Esquilo após permanecer sob a guarda da gerente da GOL.

Autoria: Angélica Bessa (Augusto Abrigo):  http://www.facebook.com/l/a768dxFwO5bbQSbmjFvvsmXSDPA/www.augustoabrigo.org

e como estava ANTES, logo após o desaparecimento de Esquilo (confiram no video da GLOBO):

 

 

 

Atentem para o detalhe do lacre da caixa de transporte: no video o mesmo aparece violado, enquanto que na foto, batida depois, o mesmo apresenta-se intacto… Por que isto, como se explica isto??? Por que refazer um lacre após o mesmo ter sido arrebentado (?), o que seria uma prova, digamos assim, de como foi a fuga do gato Esquilo??? Bem, na verdade não se pode afirmar quem teria procedido a esta „reconstrução“ do lacre que havia sido rompido – ao que me consta, várias pessoas teriam tido acesso a esta caixa.

 

 

E A HISTÓRIA NÃO ACABA AÍ… A GOL RECUSA-SE A ASSINAR UM ACORDO ATRAVÉS DO QUAL SE RESPONSABILIZARIA PELAS BUSCAS DO GATO ESQUILO

Leiam a minuta do acordo que a cia aérea GOL recusou-se a assinar (cliquem nas imagens-minuaturas para acessarem o texto em tamanho legível):

 

Autoria: Angélica Bessa (Augusto Abrigo):  http://www.facebook.com/l/a768dxFwO5bbQSbmjFvvsmXSDPA/www.augustoabrigo.org

Autoria: Angélica Bessa(Augusto Abrigo):  http://www.facebook.com/l/a768dxFwO5bbQSbmjFvvsmXSDPA/www.augustoabrigo.org

 

CUSTAVA PARA A GOL RESPONSABILIZAR-SE PELAS BUSCAS DE UM GATINHO QUE ESTAVA SOB SUA CUSTÓDIA? OU SERÁ QUE RESPONSABILIDADE É UM TERMO DESCONHECIDO PELA COMPANHIA AÉREA GOL?

 

Fica aí a pergunta! Respondam por si mesmos!

 

Bem, depois vou atualizando meu post, por hora deixo assim.

 

Abraços,

 

Vera Rodrigues-Rath, Jornalista, Mtb 13.912 , residente na Alemanha, na cidade de Donauwörth.


Se quiser, clique aqui e mande-me também um e-mail!